Poema à Deusa Menina

February 1, 2018

 

Os últimos ventos do inverno sopram já os Teus cabelos
Soltando-os no céu azul dos primeiros versos
E despertam a tua face fria, numa festa de partículas, numa dança.

Pelas águas frescas dos ribeiros, 
Pelas encostas verdejantes, salpicadas de amarelo e branco
Pelas matas, pelas planícies, pelos vales, moves-Te em Graça
Saltitando aqui e acolá, em mais uma flor, um blobo a rasgar a terra, ou no cálido leite das crias, 
E acordas a Terra...
Debaixo de Ti move-se já a Vida, o ventre fértil da Mãe, 
Através de Ti, o Sonho ganha forma
A promessa cumpriu-se e a Vida retorna
Menina da Luz, Menina Luz.

 

MJJ

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Recentes

December 23, 2019

December 23, 2019

December 23, 2019

December 23, 2019

November 4, 2019

August 10, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square